A Garota Desconhecida | Crítica

A culpa que a culpa tem

Os cabelos assumidamente desarrumados e o jeito de quem está sempre com pressa demonstram uma escolha interessante: jovens, em geral, têm sido retratados como figuras tão perdidas quanto inseguras – e, no entanto, A Garota Desconhecida prefere desfazer essa imagem.

Em A Garota Desconhecida, Adéle Haenel precisa lidar com o sentimento de culpa

No novo filme dos irmãos Dardenne, a mulher vai à guerra – novamente. Agora, Jenny Devin (Adèle Haenel, sempre espetacular) é uma médica eficiente e certa de suas ações. É nessa certeza inflexível, porém, que ela perde o tato: o expediente terminou e, ao ouvir a campainha do consultório, Jenny proíbe seu estagiário de ver quem é; o turno acabou e, se fosse algo grave, o paciente insistiria.

Mas não insistiu: uma menina – desesperada e sem rumo – pedia socorro. Sabe-se lá por quê. E sabe-se lá quem ela era. Sabe-se, entretanto, que agora ela está morta. E que isso poderia ter sido evitado – se Jenny tivesse atendido à porta.

Em A Garota Desconhecida, Adéle Haenel precisa lidar com o sentimento de culpa

Depois de excelentes filmes, como A Criança, O Garoto da Bicicleta e Dois Dias, Uma Noite, os Dardenne discutem a culpa que a própria culpa tem. Jenny, vista como uma figura tão infalível, vai precisar abrir mão de seu orgulho para aliviar um arrependimento talvez infindável. E é nessa desconstrução que o filme se enche de propósito.

Em A Garota Desconhecida, Adéle Haenel precisa lidar com o sentimento de culpa

É um daqueles impasses causados para colocar o ser humano – tão capaz mas tão falho – em provação. Ao contrário dos últimos trabalhos dos Dardenne, porém, A Garota Desconhecida joga todos os seus fatores externos para escanteio. A considerar por essa mudança, o caminho tende a ser ainda mais sinuoso: afinal, são os demônios interiores que precisam de exorcismo aqui. E não há ajuda aparente para tal desordem.

ASSISTA AO TRAILER

 

Em A Garota Desconhecida, Adéle Haenel precisa lidar com o sentimento de culpaFicha Técnica

Título Original: La fille inconnue
Ano de produção: 2016
Direção: Jean-Pierre e Luc Dardenne
Elenco: Adèle Haenel, Jérémie Renier e Olivier Bonnaud
Gênero: Drama/Policial
Duração: 106 minutos
Distribuidora: Califórnia Filmes

 

 

 

FacebookTwitterGooglePinterest


Comentários



Angelo Capontes Jr. escreve críticas cinematográficas há cinco anos. Formado em Jornalismo, começou a carreira em jornais impressos e sites de entretenimento. Atualmente, é editor e crítico de cinema do filmesfranceses.com.br.