gilles lellouche, filmes franceses, filme à queima roupa, filmes franceses policiais, cinema francês, crítica de filme francês, dicas de filmes franceses

À Queima Roupa | Crítica

No lugar errado

Samuel e Nadia estão felizes. Felizes porque não falta muito para ele tirar seu diploma de enfermeiro. Felizes porque o bebê está quase chegando – e eles mal conseguem segurar tamanha ansiedade. Felizes porque tudo vai bem.

gilles lellouche, filmes franceses, filme à queima roupa, filmes franceses policiais, cinema francês, crítica de filme francês, dicas de filmes franceses

O que Samuel e Nadia não sabem é que, em filmes como À Queima Roupa, qualquer tracejo de felicidade é motivo para que algo saia do caminho. E ninguém precisa provocar a ira dos deuses: Samuel só salvou o paciente errado – que já deveria estar morto, segundo os criminosos que escondem um dado comprometedor.

gilles lellouche, filmes franceses, filme à queima roupa, filmes franceses policiais, cinema francês, crítica de filme francês, dicas de filmes franceses

Não são eles que estragam, propriamente, a vida do enfermeiro, e sim um cúmplice do paciente problemático que resolve sequestrar Nadia. Resta, então, a Samuel o dever de seguir cada ordem ditada pelos bandidos – e a Nadia, sentir-se mais perdida que o espectador em meio a tanto zigue-zague.

gilles lellouche, filmes franceses, filme à queima roupa, filmes franceses policiais, cinema francês, crítica de filme francês, dicas de filmes franceses

O diretor Fred Cavayé (do excelente Tudo por Ela) convocou seu roteirista de costume, Guillaume Lemans, para infernizar a vida de dois personagens famosos do cinema: aqueles que são punidos por estarem no lugar errado – e na hora errada.

gilles lellouche, filmes franceses, filme à queima roupa, filmes franceses policiais, cinema francês, crítica de filme francês, dicas de filmes franceses

Interpretado pelo subestimado Gilles Lellouche, Samuel não descansa até trazer Nadia de volta para casa. Está aí a grande prova: À Queima Roupa nada mais é do que uma versão vertiginosa de Tudo por Ela – que, embora mais barulhenta e menos impactante, também estimula o nervosismo do espectador.

ASSISTA AO TRAILER

 

gilles lellouche, filmes franceses, filme à queima roupa, filmes franceses policiais, cinema francês, crítica de filme francês, dicas de filmes francesesFicha Técnica

Título Original: À bout portant
Ano de produção: 2010
Direção: Fred Cavayé
Elenco: Gilles Lellouche e Elena Anaya
Gênero: Thriller
Duração: 84 minutos
Distribuidora: Califórnia Filmes

FacebookTwitterGooglePinterest


Comentários



Angelo Capontes Jr. escreve críticas cinematográficas há cinco anos. Formado em Jornalismo, começou a carreira em jornais impressos e sites de entretenimento. Atualmente, é editor e crítico de cinema do filmesfranceses.com.br.