Seis nomes em alta no cinema francês

Assim como Audrey Tautou, Marion Cotillard, Romain Duris e outras dezenas de grandes nomes, toda estrela acena com uma promessa antes de ser concretizada. Nenhuma expectativa, porém, faz-se valer a pena da noite para o dia: é preciso de tempo e, principalmente, atenção especial.

Sabendo disso, reunimos aqui uma lista de atores do cinema francês que atestaram talento de sobra e agora estão em alta nas telonas.

 

Clique nos nomes e conheça um pouco mais sobre cada um deles:

Pierre Niney

O francês de 26 anos iniciou a carreira nos cinemas aos 18 – antes disso, já atuava no teatro. Ex-integrante da companhia La Comédie-Française, Pierre começou a chamar atenção em filmes como Românticos Anônimos Comme des frères. Em 2012, estrelou a comédia 20 Anos + Jovem, sucesso de público. O ponto mais alto de sua filmografia, entretanto, aconteceu logo em seguida, com a biografia Yves Saint Laurent. Na pele do icônico estilista francês, Pierre arrebatou o César de Melhor Ator deste ano. Agora consagrado, o ator estreou em março o suspense Un homme idéal e tem mais três projetos em andamento – além da minissérie cômica Casting(s), exibida pelo Canal+ e dirigida por ele próprio.

Mélanie Bernier

Há 15 anos nos cinemas, Mélanie possui uma longa filmografia. A francesa chamou atenção em comédias como A Datilógrafa Grandes Garotos. Além disso, fez uma participação interessante no romance A Delicadeza do Amor, com Audrey Tautou. Quase sempre em papéis coadjuvantes, o rumo de sua carreira deve estar prestes a ser alterado: Mélanie lançou há alguns meses a comédia Un peu, beaucoup, aveuglément!. Sucesso de bilheteria, a atriz interpreta no filme uma protagonista que trava uma guerra com seu vizinho barulhento. Ainda neste ano, estará presente em outra comédia – Nos futurs, com Pio Marmaï. 

Gaspard Ulliel

O ator começou cedo: aos 13 anos, estrelou sua primeira minissérie. Já aos 17, fez uma participação no longa Pacto dos Lobos – sucesso de público aqui no país. Gaspard chamou atenção mesmo em 2004, ao fazer o par romântico de Audrey Tautou em Eterno Amor, de Jean-Pierre Jeunet. Desde então, estrelou o prequel Hannibal – A Origem do Mal, e participou de longas como Pacto de Sangue A Arte de Amar. Ano passado, voltou a ser destaque com Saint Laurent, outra biografia do estilista. No momento, Gaspard filma Juste la fin du monde, ao lado de Marion Cotillard e grande elenco, sob direção de Xavier Dolan. 

Déborah François

A atriz teve um início de destaque: interpretou uma mãe precoce no drama A Criança, dos irmãos Dardenne. Logo em seguida, emplacou outra interpretação importante ao lado de Catherine Frot, em Ao Lado da Pianista. Desde então, vem fazendo papéis versáteis em comédias como Le premier jour du reste de ma vieA Datilógrafa. Suas técnicas de interpretação lembram as de Catherine Deneuve no início da carreira. Déborah sempre acenou com uma promessa de se tornar uma grande atriz francesa. A mudança de tom na carreira tem conquistado o público, que a espera agora em Ma famille t’adore déjà, que deve estrear até o final do ano. 

Pio Marmaï

Pio começou a carreira há menos de dez anos, mas trabalha bastante. Seu primeiro grande sucesso foi a comédia Le premier jour du reste de ta vie. Cada vez mais querido pela audiência, já atuou em filmes como A Delicadeza do AmorContre moiUm Amor em Paris e o recente Beijei uma Garota. Seu próximo lançamento será outra comédia: Nos futurs, mais uma parceria com o diretor Rémi Bezançon. 

Sara Forestier

A atriz chamou atenção por seu jeito engraçado e diferente. Na comédia política Os Nomes do Amor, interpreta uma mulher sem pudor que conquista um homem mais velho. Depois de levar o César de Melhor Atriz pelo filme, Sara não teve descanso: Anos IncríveisSuzanne e o recente La tête haute são exemplos de longas em que ela esteve presente. Apesar de ter despontado recentemente, a atriz já está nas telonas desde 2001 – tendo participado, inclusive, do conhecido Perfume: A História de um Assassino, do diretor Tom Tykwer. 

FacebookTwitterGooglePinterest


Comentários



Angelo Capontes Jr. escreve críticas cinematográficas há cinco anos. Formado em Jornalismo, começou a carreira em jornais impressos e sites de entretenimento. Atualmente, é editor e crítico de cinema do filmesfranceses.com.br.